Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \28\+00:00 2008

A Globo News exibiu recentemente, pelo programa Mundo S/A, uma matéria sobre o Google e as possibilidades de gerenciamento web, documentos, correio eletrônico, programas de produtividade, tudo pela web.

Assista o vídeo:

Read Full Post »

A proposta de mudança do fuso horário de Mato Grosso do Sul (uma hora a menos que Brasília) recebeu um impacto recentemente. O processo começou quando a TV Morena, principalmente, foi obrigada a retransmitir a programação da Rede Globo conforme as normas da Classificação Indicativa e por isso transmitir os programas uma hora depois da exibição nacional, exceção do Jornal Nacional, o que obrigou a emissora a gravar a programação para depois exibir. Isso gerou, sem dúvida, acréscimo nos custos da emissora, além de algumas reclamações da audiência, com perda de assistência, principalmente na transmissão dos jogos de futebol, que não foram mais exibidos integralmente, mas apenas compactos em outros horários. Assim, a emissora colocou seus técnicos de plantão e provocaram uma audiência “pública” na Câmara dos Vereadores, com apoio da Federação das Indústrias do estado, que tem forte influência da família Zahran, proprietária da emissora de TV. A audiência, que não foi tão pública assim, pois não teve qualquer chamamento à população ou às lideranças comunutárias, na mídia local, apesar de ter a participação decisiva dos técnicas da TV Morena, teve o apoio de alguns vereadores interessados mais na exposição na mídia do que defender interesses comunitários e sociais.

O proposta foi encampada pelos senadores Valter Pereira e posteriormente Delcídio do Amaral, sendo que este último se apressou e, como numa “rasteira” no senador Pereira, se aliou ao ex-senador Julio Campos para apresentar proposta de mudança do fuso nos dois estados, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, diretamente no Senado Federal.

Depois desse encaminhamento, o senador Valter Pereira retrocedeu e propôs a realização de um plebiscito em Mato Grosso do Sul para saber da população se deseja a mudança no fuso horário.

Os poderes, econômico e político, locais estão em plena campanha e é possível observar inúmeros veículos em Campo Grande que ostentam adesivos pró mudança do fuso horário (Mato Grosso do Sul na hora certa), assim como dezenas de out-doors (painéis) patrocinados pela Federação das Indústrias (Fiems) e pela mídia como forma de influenciar a população para responder positivamente à proposta de mudança do fuso horário.

Read Full Post »

Do Blog do Observatório do Ciberjornalismo

O Observatório do Ciberjornalismo, do Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências da Comunicação (CETAC.media), organiza, nos dias 11 e 12 de Dezembro de 2008, na Universidade do Porto, o I Congresso Internacional de Ciberjornalismo, sob o tema geral “Jornalismo 3G”.

O objetivo é reunir especialistas na área para analisar e debater questões centrais da prática ciberjornalística atual à luz de novas realidades empresariais, profissionais e formacionais. Os desafios colocados pela convergência e multitextualidade, o “backpack journalism”, o jornalismo face ao bloguismo, a afirmação do chamado “jornalismo do cidadão”, a inovação tecnológica e as experiências de empreenderorismo nesta área serão temas em destaque.

Pretende-se igualmente que o congresso constitua um momento por excelência para a atualização de conhecimentos científicos sobre o ciberjornalismo. Para o efeito, serão convidados acadêmicos, nacionais e estrangeiros, que se têm destacado na investigação nesta área.

Read Full Post »

A SBPJor divulgou a chamada de trabalhos para o 6º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo. A submissão dos artigos pode ser feita de 1º de junho a 15 de julho.

Como em anos anteriores, podem ser enviadas Comunicações Individuais e Comunicações Coordenadas. As Coordenadas devem ser propostas por associados doutores, contendo de quatro a seis trabalhos de pelo menos três instituições diferentes. Para maiores informações, clique em : http://www.sbpjor.ufsc.br/6sbpjor/index.php?sbpjor=chamada.

Chamada de Trabalhos
VI Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo

Tema: “A construção do campo do jornalismo no Brasil”

São Bernardo do Campo, 19 a 21 de novembro de 2008

Promoção: SBPJor (Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo) – www.sbpjor.ufsc.br

Realização: UMESP (Universidade Metodista de São Paulo)

1. Modalidades de apresentação:
Os trabalhos poderão ser encaminhados na forma de Comunicações Individuais ou de Comunicações Coordenadas.

2. Comunicações Individuais:
O autor deve encaminhar o texto completo, que deve conter entre 20 mil e 35 mil caracteres (com espaço), já inclusas as referências bibliográficas. São obrigatórios os seguintes itens: título, resumo de até 10 linhas, 5 palavras-chave, resumo do currículo do autor em até 3 linhas (incluindo sua vinculação institucional). O texto deve ser redigido em fonte Times New Roman, corpo 12, entrelinhamento 1,5. Citações recuadas devem ser redigidas em corpo 10, espaço simples.

3. Comunicações Coordenadas:
As Comunicações Coordenadas poderão ser propostas por associados plenos (doutores) da SBPJor, incluindo o mínimo de quatro e o máximo de seis trabalhos, com autores de pelo menos três diferentes instituições. O proponente deverá ser um dos autores. São obrigatórios os seguintes itens: título da Comunicação Coordenada, ementa que sintetize e justifique a proposta da Comunicação Coordenada (10 a 15 linhas), 5 palavras-chave. Todos os textos que compõem a Comunicação Coordenada deverão ser encaminhados completos, seguindo as mesmas regras estabelecidas para as Comunicações Individuais no item 2 (incluindo resumo, palavras-chave e currículo resumido do autor).

4. Prazo e forma de encaminhamento:
Os trabalhos serão recebidos de 01 de junho a 15 de julho de 2008, através do link http://www.sbpjor.ufsc.br/artigos2008 . Não haverá prorrogação de prazo. Não é necessário pagar inscrição para submeter trabalhos.

5. Seleção:
As Comunicações Individuais que estiverem adequadas às regras estabelecidas no item 2 serão avaliadas em seu mérito científico por pelo menos dois pareceristas indicados pela diretora científica entre os associados plenos (doutores) da SBPJor. Serão consideradas aprovadas as comunicações que receberem dois pareceres favoráveis. Casos de empate serão decididos por um terceiro parecerista ou, na falta de tempo hábil, pela diretora científica. Trabalhos que estiverem fora do tamanho e/ou não cumprirem os itens obrigatórios não serão submetidos a avaliação.

As Comunicações Coordenadas que estiverem adequadas às regras estabelecidas nos itens 2 e 3 serão avaliadas em seu mérito científico por pelo menos dois membros do Conselho Científico da SBPJor. Serão aprovadas as comunicações que receberem dois pareceres favoráveis. Casos de empate serão decididos por um terceiro membro do Conselho Científico ou, na falta de tempo hábil, pela diretora científica.

Todos os trabalhos serão enviados aos avaliadores sem identificação de autoria, gerando “pareceres cegos”.

6. Critérios de avaliação:
O trabalho será avaliado sob os seguintes critérios gerais: pertinência ao campo da pesquisa em jornalismo, relevância científica, explicitação do problema ou objetivo, adequação e atualização da bibliografia, qualidade da reflexão teórica, explicitação e consistência da metodologia (quando pertinente), domínio da linguagem científica, adequação do título e das palavras-chave ao objeto de estudo.

7. Observações:
7.1. Os trabalhos necessariamente devem ser inéditos. Por inéditos, compreendem-se textos que não foram publicados ou divulgados em qualquer tipo de suporte, nem apresentados em outros congressos científicos. O autor que descumprir esta regra, e por ventura tiver seu trabalho selecionado e incluído nos anais do VI Encontro, ficará automaticamente impedido de apresentar trabalho no VII Encontro da SBPJor.

7.2. Cada autor só pode submeter um trabalho, em autoria única ou co-autoria. Não é permitido ao mesmo autor participar de uma Comunicação Coordenada e de uma Comunicação Individual.

7.3. Trabalhos de graduandos só serão aceitos em regime de co-autoria com graduados.

8. Resultados:
Os resultados da seleção serão comunicados aos autores das Comunicações Individuais e aos proponentes das Comunicações Coordenadas até 31 de agosto de 2008. Os trabalhos serão aprovados ou recusados, não havendo aceite condicionado a reformulações.

9. Inclusão nos anais:
Só será incluído nos anais o trabalho do autor que efetivar sua inscrição no congresso até o dia 30 de setembro de 2008.

Read Full Post »

O Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso do Sul, a seccional da OAB no estado e o Conselho Regional de Psicologia realizaram, na manhã desta terça-feira, 20 de maio, a primeira reunião para criação do Comitê Regional de Democratização da Comunicação de Mato Grosso do Sul.

A reunião foi realizada na auditório da OAB-MS e teve a participação do presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul, Clayton Sales; do presidente do Conselho Regional de Psicologia, Marco Aurélio Portocarreiro; do advogado Lairson Palermo, membro da Comissão de Defesa da República e da Democracia da OAB-MS; do coordenador do Curso de Jornalismo da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Jacir Zanatta; da coordenadora do Curso de Jornalismo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Daniela Ota; do secretário-geral do Sindjor-MS, Alexandre Maciel; da vice-presidente do CRP-14 MS/MT, Marisa Batista; do Diretor de Relações Institucionais do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo (FNPJ), Gerson Luiz Martins; da jornalista Ivanise Soares, da ONG Girassolidário, entre outros jornalistas interessados na temática.

A reunião ainda definiu os procedimentos para a constituição do Comitê Estadual pela Democratização da Comunicação e os temas para debate, conforme o que estabelece o documento do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC). A próxima reunião do Comitê ficou agendada para o dia 2 de junho, no auditório do CRP14 MS/MT.

Read Full Post »

O IAB Media 2008 – seminário regional, realizado pelo Interactive Advertising Bureau (IAB), em Porto Alegre destacou o crescimento da internet na classe C em debate realizada nesta quarta-feira, 14. Segundo o G1, “o presidente da entidade, Paulo Castro, destacou a evolução da internet como mercado e como opção para a publicidade. Ele analisou que, no início, a linguagem excessivamente técnica usada no meio online (pageviews, por exemplo) assustou os anunciantes. Essa é uma barreira que precisa aos poucos ir sendo quebrada.

Destacou ainda a nota do G1 que “o aumento da audiência se reflete na elevação do investimento publicitário na internet no Brasil (45%) em 2007. Ainda assim, representa 2,8% do bolo total de participação das mídias – a previsão é de que se eleve para participação de 3,5% até o final do ano. O IAB Media teve ainda explanação da diretora-executiva do Ibope NetRatings, Fábia Juliasz, que falou sobre métricas de audiências, fundamentais para criar confiabilidade para o investimento de publicidade”.

Leia o texto completo aqui.

Read Full Post »

Os professores, pesquisadores, estudantes e profissionais da comunicação têm encontro marcado, na primeira semana de setembro, na cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte. De 2 a 6 de setembro realiza-se, naquele paraíso tropical, o XXXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, promovido pela INTERCOM, para debater, entre tantos temas da atualidade, a interação entre mídia, ecologia e sociedade.

O evento acontece no marco de duas comemorações emblemáticas: os 50 anos de fundação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e os 110 anos do nascimento de Câmara Cascudo, intelectual paradigmático que proferiu a lição inaugural da nova universidade e construiu uma obra monumental sobre a cultura popular. Trata-se de boa oportunidade para que pesquisadores mais voltados para o estudo da cultura de massas façam análises cruzadas com fenômenos típicos da cultura erudita e da cultura popular.

Confirmaram sua presença no congresso figuras exponenciais da intelectualidade internacional, como os espanhóis Manuel Pares i Maicas, Margarita Ledo, Francisco Sierra e Bernardo Diaz Nosty, os portugueses Antonio Fidalgo, Jorge Pedro de Sousa e Luis Humberto Marcos, o cubano-mexicano Mário Nieves, os argentinos Gustavo Cimadevilla e Luis Albornoz, o mexicano Gustavo León ou os brasileiros Carlos Eduardo Lins da Silva, Wilson Bueno, Gaudêncio Torquato, Carlos Chaparro, Luitgarde de Oliveira Barros, José Geraldo W. Marques, Norval Baitello Jr., Juremir Machado da Silva, Adisia Sá, Roberto Benjamin, Marcius Freire, Antonio Fausto Neto, etc.

Read Full Post »

Older Posts »