Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \22\UTC 2008

Solenidade de abertura do 33º Congresso Nacional dos Jornalistas

Solenidade de abertura do 33º Congresso Nacional dos Jornalistas

Do sítio web da Fenaj

Representantes da FENAJ e de 31 sindicatos de jornalistas de todo o país participaram no último dia 20 de agosto de uma manifestação em defesa do diploma e da regulamentação da profissão. O ato foi em frente à Superintendência Regional do Trabalho e precedeu a abertura oficial do 33º Congresso Nacional da categoria, que acontece até este final de semana em São Paulo.

O objetivo da manifestação foi esclarecer a população que está nas mãos do Supremo Tribunal Federal (STF) a decisão final sobre a obrigatoriedade da formação superior específica para o exercício do jornalismo, notícia que as pessoas não vêem nos jornais ou na TV, porque não é do interesse das empresas de comunicação.O presidente da Fenaj, Sérgio Murillo destaca que “nossa profissão corre o risco de um grande retrocesso, que é a perda da sua regulamentação, conquistada com anos de luta. Quem tem interesse nisso são as empresas, para quem ficará fácil contratar qualquer pessoa para trabalhar, não pagar direitos, não pagar horas extras. Isso prejudica os jornalistas, aumenta a precarização do trabalho nos jornais, nas televisões. Mas também atinge a qualidade da informação, o direito de todo cidadão a ser bem informado”.

O presidente do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (SJSP), José Augusto Camargo, afirmou que defender o fim do diploma é do interesse das empresas de comunicação, e vai na contramão da necessidade de qualificação crescente em qualquer área de trabalho: “Isso não vale só para o jornalismo, mas para qualquer profissão”.

A presidente do Sindicato dos Jornalistas do Paraná, Aniela Almeida, ressaltou que a importância da exigência do diploma está no fato de que ter uma formação técnica e ética ajuda o profissional a garantir o direito à informação independente e plural. “O jornalista tem o dever de assegurar que as diversas opiniões ou as diversas versões de um mesmo fato tenham seus espaços garantidos nas mídias. Os patrões dizem que a exigência de uma formação específica vai contra a liberdade de expressão. Mas isso é o que eles mesmos estão estimulando. Caso se confirme a desregulamentação, a mídia do País pode mergulhar no amadorismo, na precarização. Queremos discutir isso com a sociedade, para que apóie a nossa luta”.

Para o presidente da Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ), Jim Boumelhatambém presente ao ato, além da regulamentação profissional – tratada de diferentes formas de acordo com as peculiaridades de cada País -, os profissionais brasileiros devem discutir que tipo de jornalismo querem fazer: “Em novembro do ano passado, profissionais de vários países da Europa fizeram manifestações, discutiram o futuro do jornalismo. Não apenas o papel e o status quo do jornalista, mas a qualidade do trabalho que se quer fazer”.

Fonte: Site do SJSP

Anúncios

Read Full Post »

Cartaz do 33º Congresso Nacional dos Jornalistas

Cartaz do 33º Congresso Nacional dos Jornalistas

A defesa da formação específica em nível superior para o exercício da profissão deu o tom da solenidade de abertura do 33º Congresso Nacional dos Jornalistas, na noite desta quarta-feira (20/08), em São Paulo. O evento, que prossegue até domingo, reúne cerca de 300 pessoas, entre representantes dos 31 sindicatos do país, observadores e convidados.

A mesa do ato de abertura oficial foi composta pelos presidentes da Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ), Jim Boumelha; do Fórum Nacional dos Professores de Jornalismo (FNPJ), Edson Spenthof; da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), Carlos Franciscato; da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual dos Jornalistas (Apijor), Paulo Cannabrava; da representação paulista da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Audálio Dantas (que também é vice-presidente nacional da entidade); e do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), Celso Schröder. Eles foram recepcionados pelos presidentes da FENAJ, Sérgio Murillo de Andrade, e do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, José Augusto Camargo.

Em sua saudação aos participantes, todos fora unânimes em destacar a necessidade de defesa da regulamentação profissional, que hoje tem como base o diploma em nível superior – cuja obrigatoriedade está sendo questionada em recurso do Ministério Público que está na pauta de votação no Supremo Tribunal Federal.

“Este Congresso acontece no marco dos 200 anos da imprensa brasileira e num momento em que a sociedade discute o papel da imprensa e a responsabilidade social do jornalista, cuja profissão tem regras específicas, estabelecidas através do diploma. E esta regulamentação dá as garantias mínimas para a dignidade no trabalho dos jornalistas e para a liberdade de imprensa e o direito à informação”, destacou o presidente do SJSP.

Read Full Post »

Cartaz do 33º Congresso Nacional dos Jornalistas

Cartaz do 33º Congresso Nacional dos Jornalistas

Começa hoje, 20 de agosto, em São Paulo, o 33º Congresso Nacional dos Jornalistas promovido pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e organizado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo (SJSP). O evento termina no dia 24 e tem como tema “O Jornalismo, o mundo do trabalho e a liberdade de imprensa”.

O 33º Congresso dos Jornalistas será realizado num momento importante para a profissão, o STF está na iminência de votar o processo que determina a obrigatoriedade do diploma de curso universitário para o exercício profissional em Jornalismo. A Fenaj, Sindicatos e cursos de Jornalismo de todo país, como o apoio do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo (FNPJ), da Associação Brasileira dos Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), estão mobilizados em campanha para mostrar a importância da formação universitária para a atividade jornalística. Para isso, foram realizados vários eventos em todo o país para conscientizar a população dos valores do jornalismo e, portanto, da necessidade que o profissional seja qualificado nos cursos de jornalismo das universidades brasileiras.

Read Full Post »

Livro "Formação Superior em Jornalismo" lançado pela Fenaj

Livro "Formação Superior em Jornalismo" lançado pela Fenaj

A Federação Nacional dos Jornalista (Fenaj)  lança no próximo dia 22, em São Paulo, o segundo volume do livro Formação Superior em Jornalismo – Uma exigência que interessa a sociedade, que reúne textos de jornalistas, professores de jornalismo e pesquisadores com reflexões sobre o ensino de jornalismo.

O evento acontece durante o 33º Congresso Nacional dos Jornalistas, em São Paulo, no Novo Hotel Jaraguá, na região central, que se realiza entre os dias 20 e 24 de agosto e tem como tema “O Jornalismo, o mundo do trabalho e a liberdade de imprensa”.

O segundo volume do livro apresenta artigo do professor Dr. Gerson Luiz Martins em que trata dos processos da formação do jornalista profissional, a importância da qualificação superior e as perspectivas do ensino técnico profissional em nível superior, sem desqualificar a formação nas áreas de humanas e sociais, relevantes para que o profissional da informação tenha ampla capacidade de absorção e mediação dos fatos, acontecimentos sociais.

Read Full Post »

Coordenadora do Curso de Jornalismo da UFMS, Profª Drª Daniela Ota

Coordenadora do Curso de Jornalismo da UFMS, Profª Drª Daniela Ota

O Departamento de Jornalismo da UFMS vai implantar, em 2009, o novo Projeto Pedagógico do curso. O novo projeto deverá iniciar em 2010, a partir da entrada de novos estudantes no vestibular 2009. Segundo o chefe do Departamento de Jornalismo, José Márcio Licerre, o vestibular para o curso de Jornalismo acontece em julho, no concurso de inverno, e os aprovados ingressam no ano seguinte. Assim, os aprovados no vestibular 2008 farão matrícula somente em janeiro de 2009. Por esse motivo, destacou Licerre, o novo projeto será implantado em 2010.

A coordenadora do curso de Jornalismo, Daniela Ota, destacou que o novo projeto atende às demandas profissionais, sociais e tecnológicas atuais e está em sintonia com as principais universidades brasileiras. Ressalvou que, nessa demanda, está inclusa a disciplina de Ciberjornalismo como obrigatória, realidade presente nos melhores cursos de jornalismo.

O projeto, em fase de ajustes, foi encaminhado para a Pró-Reitoria de Ensino de Graduação para a adequação às exigências legais do MEC. De outro lado, no Departamento de Jornalismo, foi criada uma Comissão para também fazer ajustes em disciplinas técnicas, profissionais, assim como no regime de integralização dos créditos, que deverá ser semestral, a exemplo da maioria dos cursos de jornalismo no país. A Comissão é composta pelos professores Daniela Ota, Edson Silva e Gerson Luiz Martins.

A coordenadora da curso, Daniela Ota, destacou ainda que a implantação do novo Projeto Pedagógico foi uma exigência da demanda social e profissional e, principalmente, uma urgente e necessária atualização do Projeto anterior que tem mais de 10 anos que foi implantado.

O projeto de 2010 teve também a contribuição dos professores Mauro Cesar Silveira e Jorge Ijuim, atualmente lotados no curso de Jornalismo da UFSC.

Read Full Post »

Reunião entre a diretoria do Sinjorgran e acadêmicos de Jornalismo em Dourados

Reunião entre a diretoria do Sinjorgran e acadêmicos de Jornalismo em Dourados

Por Luis Carlos Luciano

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Grande Dourados (Sinjorgran), o curso de Jornalismo e o Centro Acadêmico da Universidade da Grande Dourados (Unigran) realizam durante esta semana uma série de atividades em apoio à Campanha Nacional pela Defesa do Diploma para exercício da profissão de jornalista.

As atividades fazem parte  do apoio à Federação Nacional dos Jornalistas – Fenaj, que objetiva o apoio da sociedade para sensibilizar os juízes do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a importância da obrigatoriedade do diploma para atuação como jornalista.

Na última sexta-feira (15), reunião na Unigran definiu que a coordenação do curso de Jornalismo e o Centro Acadêmico irão colher assinaturas para um abaixo-assinado que será enviado ao STF e o Sinjorgran se comprometeu a visitar instituições e sindicatos para pedir apoio.

Representantes do Sindicato e estudantes de jornalismo da Unigran ainda irão se concentrar no sábado (23), das 9h00 às 11h00 na Praça Antônio João, em Dourados, para panfletagem e coleta de assinaturas.

O Sinjorgram representa jornalistas de 25 cidades da região Sul do estado, como Dourados, Itaporã, Fátima do Sul, Rio Brilhante, Maracaju, Caarapó, Ponta Porã, Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Naviraí, Eldorado, Itaquiraí, Mundo Novo, Deodápolis, Iguatemi, Nova Andradina, Ivinhema, Glória de Dourados, Angélica, Tacuru, Paranhos, Sete Quedas, Coronel Sapucaia e Bataiporã.

Participaram da reunião os membros da Comissão em Defesa do Diploma em Dourados, Luís Carlos Luciano, presidente do Sinjorgran; o secretário Helton Costa e Karine Segatto, suplente à delegada da Fenaj. Da Unigran estiveram presentes o coordenador do curso de Jornalismo, Bruno Barreto, o presidente do Centro Acadêmico, Marcos Santi, além de outros membros do C. A como Gustavo Monteiro, Gracindo Ramos e Cassius Vinicius de Moraes.

Read Full Post »

Elisa Romero, do Simted, e Luis Carlos Luciano, do Sinjorgran

Elisa Romero, do Simted e Luís Carlos Luciano, do Sinjorgran

Por Luiz Carlos Luciano

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais na Região da Grande Dourados (Sinjorgran) lançou, de forma simbólica, a campanha em defesa do diploma de jornalista em Dourados (MS) pelo Sindicato Municipal de Educação (Simted) no último dia 13 de agosto.

A coleta de assinaturas é realizada na cidade há mais de uma semana, a diretoria do Sinjorgran escolheu o Simted como início da mobilização por se tratar de um sindicato da educação. A presidenta da entidade, Eliza Romero, instalou uma banca para a coleta de assinaturas no sindicato, em apoio à campanha que, segundo ela considerou legítima.

O presidente do Sinjorgran, Luiz Carlos Luciano marcou para sexta-feira, 15, uma reunião com o coordenador do curso de Jornalismo da Unigran, Bruno Barreto, para discutir ação articulada entre o sindicato e a instituição para implementar a campanha entre os estudantes e professores de jornalismo e também para oferecer aos acadêmicos a possibilidade deles se filiarem ao Sinjorgran na condição de pré-sócio. A reforma estatutária do Sindicato realizada recentemente definiu a criação dessa categoria.

Foto: Karine Segatto

Read Full Post »

Older Posts »