Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Revista’

A editora Abril disponibilizou o acervo completo da revista Veja na internet. O acervo compreende desde a primeira edição de 11 de setembro de 1968, a primeira a ser publicada, até a edição de 10 de dezembro de 2008, com 40 anos de publicação.

No acervo é possível avaliar o crescimento da publicidade na revista, assim como a quantidade de texto em relação à fotografia. As última edições, num verificação superficial, contemplam 50% das página para matérias jornalísticas e 50% para publicidade. Alguns anos atrás, indagada sobre essa situação e que o leitor, o assinante pagaria pela publicidade e a revista dobrar seus rendimentos, recebe da publicidade e recebe do leitor pelo mesmo produto, o atendimento afirmou que se não fosse essa quantidade de páginas para publicidade, o preço de capa seria o dobro, ou seja, dos atuais R$ 8,40 para R$ 16,80.

O acervo na internet é um banco de dados para pesquisa nas áreas de ciências sociais, história e principalmente jornalismo. Segundo o professor da Universidade Federal da Bahia e coordenador do Grupos de Pesquisa em Jornalismo On Line (GJOL), é “uma iniciativa de imenso valor para a recuperação da História da Imprensa no Brasil e um indicativo de para onde vai se desenvolvendo o modelo de negócios da revista”.


Read Full Post »

Edição 551 da revista Época
Edição 551 da revista Época

 A revista Época desta semana, edição 551, é de conteúdo, seleção e gosto duvidoso. A matéria de capa – Edição Especial. As 100 pessoas mais influentes do Brasil em 2008 – ocupa a maior parte da revista, cuja seleção de personagens, de autores de perfil e de conteúdo demonstra a clara preferência editorial num misto de garantir verbas publicitárias e apoio às suas ações.

Desde um Blairo Maggi que escreve sobre Carlos Minc ou ainda uma troca de favores quando Sergio Andrade escreve sobre Carlos Jereissati e Carlos Jereisatti escreve sobre Sergio Andrade, o conteúdo da revista desqualifica completamente a edição. Não vale o preço de capa e tampouco não vale a pena comprar. Como assinante, sou obrigado a engolir essas “coisas”.

Alguns personagens se salvam e merecem o título da matéria, como Lygia da Veiga Pereira, Felipe Massa, Zé Roberto Guimarães, Maurren Maggi e Miguel Nicolelis, entre outros poucos.

Read Full Post »

Editor geral da Bibliocom, professor Dr. José Marques de Melo

Editor geral da Bibliocom, professor Dr. José Marques de Melo

Por José Marques de Melo

A Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação – INTERCOM – lança no dia 8 de dezembro, um novo periódico eletrônico dedicado a publicar resenhas.  O ato está agendado para as 18 horas, no auditório da INTERCOM Brigadeiro – Av. Brigadeiro Luis Antonio,  2050 – conj. 36/38 – São Paulo, cep: 01318-002, SP, com a participação dos presidentes da diretoria executiva, Antonio Hohlfeldt (pucrs), e do conselho curador,  Anamaria Fadul (USP), bem como do diretor editorial, Osvando de Morais (UNISO).

BIBLIOCOM será uma revista bimestral de divulgação, análise e crítica da produção bibliográfica, hemerográfica e reprográfica em ciências da  comunicação. As áreas temáticas focalizadas são:  Jornalismo –  Publicidade e Propaganda – Relações Públicas – Comunicação Audiovisual –  Comunicação Multimídia –  Comunicação Especializada – Comunicação, Espaço e Cidadania – Estudos Interdisciplinares da Comunicação.

Edição inaugural

A primeira edição, referente ao bimestre novembro e dezembro de 2008,  contém  9  resenhas:
A arte de adestrar focas para exercer a vigilância do cotidiano – Maria do Socorro F. Veloso (Universidade Federal do Rio Grande do Norte); Clássicos do jornalismo: teutos e ianques – Frederico de Mello Brandão Tavares (Universidade do Vale dos Sinos); Pesquisadores brasileiros revisitam clássicos do rádio – Clovis Reis (Universidade Regional de Blumenau); Vitrines sedutoras: da botica ao drugstore – Scarleth O`Hara (Universidade Federal do Pará); Inclusão social e representação midiática – Fernanda Coelho (Universidade Federal de Juiz de Fora); Folkcomunicação para leitores do século XXI – Maria Érica de Oliveira Lima (Universidade Federal do Rio Grande do Norte); Relações Públicas: o Ivy Lee brasileiro – José Marques de Melo (Universidade Metodista de São Paulo); Quem tem olhos vai à China  – Laércio Arruda (Universidade Anhembi-Morumbi); Observador privilegiado amplia os horizontes da propaganda  – Luiz Fernando Dabul Garcia (Escola Superior de Propaganda e Marketing). A primeira edição de INTERCOM – BIBLIOCOM é aberta com o dossiê escrito por Cristina Schmidt (Universidade de Mogi das Cruzes) –  Folkcomunicação: estado do conhecimento sobre a disciplina.

Corpo editorial

A publicação de INTERCOM – BIBLIOCOM conta com a colaboração de uma Comissão Editorial, integrada por Osvando José de Morais, J. B. Pinho, Jorge Duarte, Valério Brittos.
A edição foi confiada à seguinte equipe: Editor: José Marques de Melo (UMESP).   Editores Associados: Beatriz Dornelles (PUCRS), Clovis Reis (FURB), Cristina Schmidt (UMC), Cosette Castro (UNESP), Edison Dalmonte (FSBA), Gerson Luiz Martins (UFMS), Gilson Monteiro (UFAM), Jean-Charles Zozzoli (UFAL), Luiz Alberto Farias (USP), Mirtes Torres (UFAL), Paulo Schettino (UNISO), Rosangela Marçolla (UNIMAR), Rossana Gaia (CEFET-AL), Sandra Tosta (PUC Minas),  Scarleth O`Hara (UFPA), Socorro Veloso (UFRN).

A produção ficará sob a responsabilidade de Jovina Fonseca (Assistente editorial) e de Gênio Nascimento (Webdesigner).

Colaborações

Originais de resenhas destinados ás próximas edições estão sendo recebidos para exame e seleção. Os textos devem conter título, referências bibliográficas completas das obras resenhadas: autor, título, editor, local de publicação, data, número de páginas, ISBN. São aceitas para avaliação as resenhas de obras publicadas no biênio 2007-2008, desde que contenham, no mínimo, 5 mil caracteres e, no máximo,  20 mil caracteres.

Não serão aceitas as resenhas de publicações enquadradas no universo da “literatura cinzenta”: teses, papers, apostilas e similares. Também não serão consideradas as resenhas de artigos isolados publicados em periódicos. Contudo, são bem-vindas as resenhas de e-books, e-journals e similares.

O texto da resenha deve incluir título, breve descrição do conteúdo da obra e perfil resumido do autor, além naturalmente da apreciação feita pelo resenhista e dos respectivos comentários e argumentos. A remessa deve ser feita para: bibliocom@intercom.org.br

Os autores devem se identificar – nomes completos, endereços, vinculação institucional etc. As colaborações são voluntárias, não havendo qualquer remuneração pecuniária. Somente são aceitas para avaliação as resenhas que cheguem acompanhadas da autorização dos autores para publicação não remunerada.

Publicações

INTERCOM – BIBLIOCOM também está recebendo das editoras exemplares de publicações exclusivamente referentes ao universo das ciências da comunicação, que podem vir a ser recomendadas aos seus resenhistas. As obras enviadas não serão devolvidas, mesma aquelas não recomendadas para resenha.

As obras a serem resenhadas abrangem as seguintes áreas temáticas: Jornalismo –  Publicidade e Propaganda – Relações Públicas – Comunicação Audiovisual –  Comunicação Multimídia –  Comunicação Especializada – Comunicação, Espaço e Cidadania – Estudos Interdisciplinares da Comunicação.

As obras devem ser enviadas para BIBLIOCOM – INTERCOM Brigadeiro – Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 2050 – conj. 36/38 – São Paulo, cep: 01318-002, SP.

Read Full Post »