Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Campo Grande’ Category

Os usuários de iPhone, o celular da Apple ainda inédito no Brasil, promovem reunião neste sábado, às 18h00 (horário de Brasília), para contatos e intercâmbio de experiências. Em Campo Grande, o encontro acontece no Bar Tábua, na Rua Antonio Maria Coelho.

De forma contumaz, usuários de produtos Apple organizam encontros em que ser promovem debates, palestras, treinamentos e orientações de uso mais eficaz do macintosh.

O encontro dos usuários do iPhone será realizado simultaneamente em várias capitais brasileiras, como Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Recife, Fortaleza, Cuiabá, Campo Grande e na cidade de Maringá (PR).

No próximo post, comento o encontro de Campo Grande.

Read Full Post »

A mídia e o poder político supervalorizam as eleições para o poder executivo municipal de tal forma que relegam uma face importante da administração pública do município, os vereadores. Quando estes aparecem nos jornais, acontece de forma publicitária – paga, principalmente nos jornais semanários, como é o caso de Campo Grande (MS), que sobrevivem à custa do poder político e das mensalidades que recebem de deputados, governadores, prefeitos e vereadores.

Na mídia, de forma generalizada – rádio, TV, jornais e ciberjornais, não há qualquer menção sobre quem são os candidatos, quais coligações pertencem e a que grupos econômicos, políticos, religiosos e sociais estão vinculados.

No final de tudo, são os vereadores que aprovam leis que administram o orçamento do município, mesmo que estejam a serviço e dependentes do prefeito.

E se perguntarem à população quem são os atuais vereadores, bem poucos saberão responder a lista completa.

Read Full Post »

A mídia em Campo Grande faz a cobertura do processo eleitoral para a reitoria da UFMS de forma parcial. Na última sexta-feira, estudantes, professores, funcionários e os candidatos a reitor da instituição fizeram manifestação pela normalização e normatização do processo eletivo. Somente o portal jornalístico Midiamax publicou duas matérias sobre o assunto. A TV Morena, afiliada da Rede Globo, estava presente na manifestação e se limitou a mostrar uma entrevista com o reitor Manoel Peró sem qualquer menção à manifestação da comunidade acadêmica. O portal jornalístico Campo Grande News não fez qualquer menção ao fato, ignorou completamente.

O comportamento dos veículos noticiosos de Campo Grande sobre o episódio revela claramente o comprometimento dessas empresas com a administração atual da universidade.

Read Full Post »

Fenômeno raro em Campo Grande, a neblina provocou o fechamento do aeroporto de Campo Grande desde às 9h30 desta quinta-feira, 1 de maio. A neblina é manifestação climática que poucas vezes ocorre em Campo Grande (MS). Quando acontece, devido a forte umidade do ar e nos períodos de inverno, não permanece mais do que 30 minutos.

Nesta quinta-feira, a neblina encobriu o edifícios da cidade e fechou o aeroporto, o que fez a Infraero cancelar todos os vôos que decolam ou aterrisam na cidade e provocou movimento acima do normal de passageiros no saguão (foto). Neste momento, são mais de 4 horas de tempo fechado, com neblina. Se continuar dessa forma, não haverá serviço aéreo na capital de Mato Grosso do Sul.

Read Full Post »

Os jornais semanários de Campo Grande (MS) dia a dia perdem credibilidade, se é que tem alguma. O episódio que relato merece observação, pois é significativo para a credibilidade desses jornais que sobrevivem graças as verbas públicas que são destinadas mensalmente.

Numa padaria de Campo Grande, uma senhora chega para pagar o pão quando o funcionário do caixa oferece o jornal e diz que é de graça. A senhora se recusa a levar o jornal no primeiro momento, diz que se trata de imprensa marrom e para nada serve. No momento seguinte, aceita a “doação” do exemplar do jornal e informa ao atendente de caixa que pelo menos o jornal servirá para que seu cachorro de estimação possa fazer sua atividades fisiológicas sobre o jornal!
Essa reação é sintomática!

Read Full Post »

Campo Grande (MS), também conhecida como Cidade Morena vive momentos de completo abandono pela administração municipal. Caminhar ou trafegar pelas ruas da cidade é um exercício de paciência, um desafio para veículos e pedestres.

Na principal via pública comercial da cidade, Rua 14 de julho, há lixo acumulado nas sarjetas que coloca em risco a saúde e o bem estar da população. É impressionante a quantidade de copos plásticos, papel, papelão espalhado nas calçadas e sarjetas da rua.

Se o cidadão trafega de carro, vai se incomodar com a necessidade de parar em todas as esquinas que possuem semáforo. Como não há sincronização desses equipamentos, o motorista gasta combustível, tempo e deve ter muita paciência. É impressionante, pois o problema foi objeto do noticiário e a prefeitura municipal não realiza qualquer ação para resolver o problema. O tráfego de veículos na Cidade Morena é travado!

E esse não é o único problema para os motoristas e pedestres. A maior parte das ruas, das vias da cidade parecem uma “colcha de retalhos”, o asfalto foi tantas vezes remendado que os veículos têm, com freqüência, problemas nos amortecedores. É muito complicado trafegar pelas ruas da cidade.
Essas situações provocam a sensação – talvez muito real – que a cidade está abandonada pelo poder público municipal.

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, deveria deixar seu marketing pessoal de lado, de freqüentar as colunas sociais e abastecer de recursos públicos os colunistas sociais, e tratar de zelar pela cidade, que é de sua responsabilidade e para o que foi eleito.

Read Full Post »


O portal de notícias Campo Grande News, mais antigo de Mato Grosso do Sul, ainda vive na segunda fase do desenvolvimento do ciberjornalismo. Apesar de, há alguns anos, ter realizado uma reforma e disponibilizado uma “capa” onde apresenta as principais matérias do dia e fotos que trocam a cada 60 segundos, a estrutura do portal se distanciou da linguagem ciberjornalística e, em conseqüência, provocou o cansaço do leitor.

Por se tratar do portal jornalístico mais antigo de Mato Grosso do Sul, é também o mais tradicional, que lhe garante uma audiência superior aos congêneres no estado. Contudo, esse ser “tradicional” está penalizando o crescimento da audiência no momento em que os portais jornalísticos têm acentuada demanda.

Num processo de transformações muito rápidas, o Campo Grande News ficou para trás. Se quiser se manter no ciberespaço e atender sua demanda de crescimento, deverá fazer ajustes que atendam à terceira fase do ciberjornalismo.

Por outro lado, é um dos portais jornalísticos que têm um grande equipe de redação e reportagem. Além do Diretor de Redação e “dono” do portal, Lucimar Couto, de uma chefia de redação, o Campo Grande News tem 11 repórteres/redatores e mais dois fotógrafos. Redação que deixa para trás muitos jornais impressos tradicionais.

Read Full Post »


A Comissão Organizadora do 2º ENCONTRO DE PROFESSORES DE JORNALISMO DE MATO GROSSO DO SUL se reúne nesta sexta-feira, 28 de setembro para fechar os encaminhamentos para realização do evento que acontece no dia 27 de outubro, na Faculdade Estácio de Sá, em Campo Grande.

O 2º Encontro de Professores de Jornalismo de Mato Grosso do Sul terá a participação de vice-presidente do FNPJ, Juliano Carvalho para a conferência de abertura e tem como tema “O Ensino de Jornalismo e a crise no mercado regional”.

Participam da Comissão Organizadora os professores da Uniderp, Clayton Sales (presidente do Sindjor-MS), Marcos Morandi, Alexandre Maciel e Yara Medeiros; da UCDB, Jacir Zanatta e Claudia Zwarg; da UFMS, Daniela Ota e Márcio Licerre; da Faculdade Estácio de Sá, Jéssika Machado e Kárita Francisco, e da Unigran, Lucas Reino.

Informações sobre o Encontro de Professores de MS, no endereço: www.fnpj.org.br/soac/ocs/index.php?cf=8

Read Full Post »

« Newer Posts