Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \09\+00:00 2008

Fundadores da SOCICOM, em Natal, setembro de 2008

Fundadores da SOCICOM, em Natal, setembro de 2008

Por José Marques de Melo

Instalado oficialmente no dia 1 de dezembro de 2008, na cidade de São Paulo, o Conselho Deliberativo da Federação Brasileira de Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação – SOCICOM – aprovou o Plano de Metas da entidade para o biênio 2008/2010, priorizando ações que focalizam a presença da academia no espaço público, mas destacando a difusão da produção científica brasileira no âmbito mundial das ciências da comunicação.

A SOCICOM foi fundada em Natal (RN), no dia 2 de setembro passado, sendo constituída por 12 associações nacionais do campo comunicacional,  incluindo as entidades representativas das áreas disciplinares (Jornalismo, Relações Públicas e Cinema), bem como os espaços interdisciplinares (história da mídia, cibercultura, folkcomunicação, economia política da comunicação).

A liderança da federação foi confiada aos representantes das duas maiores e mais antigas associações da área  – o presidente José Marques de Melo (INTERCOM) e a vice-presidente, Ana Silvia Médola (COMPÓS). Os demais cargos da diretoria estão ocupados por representantes de entidades mais recentes – a diretora de relações internacionais – Margarida Kunsch é presidente da ABRAPCORP; o diretor de relações internacionais – Elias Gonçalves Machado – é ex-presidente da SBPJOR e a diretora Anita Simmis é presidente da ULEPICC – Brasil.

No ato da sua instalação, o Conselho Deliberativo da SOCICOM elegeu o fundador da ULEPICC, César Bolaño, como seu presidente para o biênio 2008/2010, que por sua vez convidou Betânia Maciel, presidente da FOLKCOM, para ocupar a função de Secretária da primeira reunião ordinária.

Espaço público

Dentre as ações substantivas da nova federação, duas metas foram destacadas no plano nacional: 1) diálogo com representantes do Estado –  MCT, MECCNPq, CAPES, Ministério das Comunicações, ANATEL – e da Sociedade Civil – Academia Brasileira de Ciências, SBPC, ANJ, ABERT, Fórum Nacional para Democratização da Comunicação, etc.;  2)  Acompanhamento de assuntos relacionados com a área de Comunicação, ao longo dos próximos dois anos, através das audiências públicas na Câmara, no Senado e nos Ministérios. No âmbito internacional, a focalização orienta-se para atingir três alvos: 1) Interlocução mais intensa com a comunidade internacional da área, 2) Fortalecimento da Comunidade Ibero-Americana de Ciências da Comunicação,  3) Disseminação do Pensamento Comunicacional Brasileiro no exterior. O primeiro passo para alcançar objetivos dessa natureza é a realização, no Brasil, em 2010, do I Congresso Mundial de Comunicação Ibero-Americana – ORBIAMERICOM.

Associações constituintes

A fundação da SOCICOM teve a participação de doze associações nacionais, devidamente instituídas:  Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação – Intercom; Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação – Compós; Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação Organizacional e Relações Públicas –  Abrapcorp; do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo – FNPJ ; Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo – SBPJor ; União Latina de Economia Política da Informação, Comunicação e Cultura – Seção Brasileira – Ulepicc-Brasil; Associação Brasileira de Ciberecultura – ABCiber;  Associação Brasileira de Pesquisa em História da Mídia – Alcar; Associação Brasileira de Pesquisa em Folkcomunicação –  Folkcom;  Associação Brasileira de Jornalismo Científico – ABJC; Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual – Socine; e Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual – Forcine.

A federação edita periodicamente o Jornal da SOCICOM e tem sede na cidade de São Paulo, Av. Brigadeiro Luis Antonio, 2050 – conj. 36/38, no bairro da Bela Vista, região central da Cidade de São Paulo (junto à Estação Brigadeiro do Metrô e próximo à Avenida Paulista). Email: socicom@intercom.org.br

Read Full Post »

BBC News

BBC News

Por Alberto Marques do Blog do GJOL

No jornalismo, checar as informações e apurar os dados é procedimento básico. Imaginem publicar informações do twitter sem essas rotinas? Foi o que fez a BBC ao utilizar os microbloges para noticiar os ataques a Mombaim (Mumbai). A velocidade dos acontecimentos, a necessidade de inovar e dar informação são alguns fatores que podem ter levado a BBC a cometer os erros.

Steve Herrmann, editor do BBC News, escreveu uma reflexão interessante sobre a cobertura. Vale a pena ler:
“Should we have checked this before reporting it? Made it clearer that we hadn’t? We certainly would have done if we’d wanted to include it in our news stories (we didn’t) or to carry it without attribution. In one sense, the very fact that this report was circulating online was one small detail of the story that day. But should we have tried to check it and then reported back later, if only to say that we hadn’t found any confirmation? I think in this case we should have, and we’ve learned a lesson. The truth is, we’re still finding out how best to process and relay such information in a fast-moving account like this”.

Read Full Post »

Edição 551 da revista Época
Edição 551 da revista Época

 A revista Época desta semana, edição 551, é de conteúdo, seleção e gosto duvidoso. A matéria de capa – Edição Especial. As 100 pessoas mais influentes do Brasil em 2008 – ocupa a maior parte da revista, cuja seleção de personagens, de autores de perfil e de conteúdo demonstra a clara preferência editorial num misto de garantir verbas publicitárias e apoio às suas ações.

Desde um Blairo Maggi que escreve sobre Carlos Minc ou ainda uma troca de favores quando Sergio Andrade escreve sobre Carlos Jereissati e Carlos Jereisatti escreve sobre Sergio Andrade, o conteúdo da revista desqualifica completamente a edição. Não vale o preço de capa e tampouco não vale a pena comprar. Como assinante, sou obrigado a engolir essas “coisas”.

Alguns personagens se salvam e merecem o título da matéria, como Lygia da Veiga Pereira, Felipe Massa, Zé Roberto Guimarães, Maurren Maggi e Miguel Nicolelis, entre outros poucos.

Read Full Post »

O clip da música Boa Sorte – Vanessa da Mata e Ben Harper deveria se tornar o clip/música oficial do twitter. Veja e ouça:

Read Full Post »

Nova interface de publicação do WordPress

Nova interface de publicação do WordPress

O wordpress mudou nestes dias e vários blogueiros estão aborrecidos pela mudança sem qualquer aviso do WordPress.

Estou, neste post, a testar o QuickPress, uma das novidades da nova interface, que, se funcionar, será ótimo para postagens mais rápidas.

Acho que o wordpress está preocupado com o crescimento vertiginoso do Twitter.

Read Full Post »

Yoani Sánchez, blogueira cubana

Yoani Sánchez, blogueira cubana

Importante registrar a inclusão do Blog Generación Y da cubana Yoani Sánchez na sessão Sítios Web Parceiros, que recebeu um prêmio sobre Blogs e produz informação sobre o cotidiano de Cuba e as restrições que sofre a cada dia na divulgação de notícias do cotidiano da ilha de Fidel.

O blog se define como “um Blog inspirado por pessoas com nomes que começam ou contém um ípsilon. Nascidos em Cuba, nos anos 70s e 80s, marcados pelas escolas da paisagem rural, bonequinhos russos, emigração ilegal e frustração. Por isso, convidamos especialmente Yanisleidi, Yoandri, Yusimí, Yuniesky e outros que arrastam os seus ípsilons, para ler e escrever”.

Read Full Post »

Dica do professor Marcos Palacios
Blog do GJOL

Especial do Estadão sobre o AI-5

Especial do Estadão sobre o AI-5

Especial com fotos, depoimentos e a íntegra da reunião que criou o AI-5 e lançou o Brasil em uma era de autoritarismo, violência e intolerância. Documento histórico.

Read Full Post »

Editor geral da Bibliocom, professor Dr. José Marques de Melo

Editor geral da Bibliocom, professor Dr. José Marques de Melo

Por José Marques de Melo

A Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação – INTERCOM – lança no dia 8 de dezembro, um novo periódico eletrônico dedicado a publicar resenhas.  O ato está agendado para as 18 horas, no auditório da INTERCOM Brigadeiro – Av. Brigadeiro Luis Antonio,  2050 – conj. 36/38 – São Paulo, cep: 01318-002, SP, com a participação dos presidentes da diretoria executiva, Antonio Hohlfeldt (pucrs), e do conselho curador,  Anamaria Fadul (USP), bem como do diretor editorial, Osvando de Morais (UNISO).

BIBLIOCOM será uma revista bimestral de divulgação, análise e crítica da produção bibliográfica, hemerográfica e reprográfica em ciências da  comunicação. As áreas temáticas focalizadas são:  Jornalismo –  Publicidade e Propaganda – Relações Públicas – Comunicação Audiovisual –  Comunicação Multimídia –  Comunicação Especializada – Comunicação, Espaço e Cidadania – Estudos Interdisciplinares da Comunicação.

Edição inaugural

A primeira edição, referente ao bimestre novembro e dezembro de 2008,  contém  9  resenhas:
A arte de adestrar focas para exercer a vigilância do cotidiano – Maria do Socorro F. Veloso (Universidade Federal do Rio Grande do Norte); Clássicos do jornalismo: teutos e ianques – Frederico de Mello Brandão Tavares (Universidade do Vale dos Sinos); Pesquisadores brasileiros revisitam clássicos do rádio – Clovis Reis (Universidade Regional de Blumenau); Vitrines sedutoras: da botica ao drugstore – Scarleth O`Hara (Universidade Federal do Pará); Inclusão social e representação midiática – Fernanda Coelho (Universidade Federal de Juiz de Fora); Folkcomunicação para leitores do século XXI – Maria Érica de Oliveira Lima (Universidade Federal do Rio Grande do Norte); Relações Públicas: o Ivy Lee brasileiro – José Marques de Melo (Universidade Metodista de São Paulo); Quem tem olhos vai à China  – Laércio Arruda (Universidade Anhembi-Morumbi); Observador privilegiado amplia os horizontes da propaganda  – Luiz Fernando Dabul Garcia (Escola Superior de Propaganda e Marketing). A primeira edição de INTERCOM – BIBLIOCOM é aberta com o dossiê escrito por Cristina Schmidt (Universidade de Mogi das Cruzes) –  Folkcomunicação: estado do conhecimento sobre a disciplina.

Corpo editorial

A publicação de INTERCOM – BIBLIOCOM conta com a colaboração de uma Comissão Editorial, integrada por Osvando José de Morais, J. B. Pinho, Jorge Duarte, Valério Brittos.
A edição foi confiada à seguinte equipe: Editor: José Marques de Melo (UMESP).   Editores Associados: Beatriz Dornelles (PUCRS), Clovis Reis (FURB), Cristina Schmidt (UMC), Cosette Castro (UNESP), Edison Dalmonte (FSBA), Gerson Luiz Martins (UFMS), Gilson Monteiro (UFAM), Jean-Charles Zozzoli (UFAL), Luiz Alberto Farias (USP), Mirtes Torres (UFAL), Paulo Schettino (UNISO), Rosangela Marçolla (UNIMAR), Rossana Gaia (CEFET-AL), Sandra Tosta (PUC Minas),  Scarleth O`Hara (UFPA), Socorro Veloso (UFRN).

A produção ficará sob a responsabilidade de Jovina Fonseca (Assistente editorial) e de Gênio Nascimento (Webdesigner).

Colaborações

Originais de resenhas destinados ás próximas edições estão sendo recebidos para exame e seleção. Os textos devem conter título, referências bibliográficas completas das obras resenhadas: autor, título, editor, local de publicação, data, número de páginas, ISBN. São aceitas para avaliação as resenhas de obras publicadas no biênio 2007-2008, desde que contenham, no mínimo, 5 mil caracteres e, no máximo,  20 mil caracteres.

Não serão aceitas as resenhas de publicações enquadradas no universo da “literatura cinzenta”: teses, papers, apostilas e similares. Também não serão consideradas as resenhas de artigos isolados publicados em periódicos. Contudo, são bem-vindas as resenhas de e-books, e-journals e similares.

O texto da resenha deve incluir título, breve descrição do conteúdo da obra e perfil resumido do autor, além naturalmente da apreciação feita pelo resenhista e dos respectivos comentários e argumentos. A remessa deve ser feita para: bibliocom@intercom.org.br

Os autores devem se identificar – nomes completos, endereços, vinculação institucional etc. As colaborações são voluntárias, não havendo qualquer remuneração pecuniária. Somente são aceitas para avaliação as resenhas que cheguem acompanhadas da autorização dos autores para publicação não remunerada.

Publicações

INTERCOM – BIBLIOCOM também está recebendo das editoras exemplares de publicações exclusivamente referentes ao universo das ciências da comunicação, que podem vir a ser recomendadas aos seus resenhistas. As obras enviadas não serão devolvidas, mesma aquelas não recomendadas para resenha.

As obras a serem resenhadas abrangem as seguintes áreas temáticas: Jornalismo –  Publicidade e Propaganda – Relações Públicas – Comunicação Audiovisual –  Comunicação Multimídia –  Comunicação Especializada – Comunicação, Espaço e Cidadania – Estudos Interdisciplinares da Comunicação.

As obras devem ser enviadas para BIBLIOCOM – INTERCOM Brigadeiro – Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 2050 – conj. 36/38 – São Paulo, cep: 01318-002, SP.

Read Full Post »

Presidente do FNPJ, Edson Spenthof

Presidente do FNPJ, Edson Spenthof

Por Mirna Tonus

O presidente do FNPJ (Fórum Nacional de Professores de Jornalismo), Edson Spenthof, em ofício ao ministro da Educação Fernando Haddad, indicou, no dia 25 de novembro, os professores Sandra de Fátima Batista de Deus, da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e Alfredo Eurico Vizeu Pereira Júnior, da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) à comissão que apresentará propostas de diretrizes curriculares dos cursos de Jornalismo ao Conselho Nacional de Educação, coordenada pelo professor José Marques de Melo, a quem foi enviada uma cópia do ofício.

A escolha dos nomes se deu pela identificação dos professores com as posições do FNPJ, e também das entidades com as quais mantém parceria no campo do Jornalismo: a SBPJor e a FENAJ, sem, no entanto, haver uma ligação institucional, como explica Spenthof.  “A opção de os nomes serem suprainstitucionais não é nossa. Aceitamos esse critério do MEC como forma de contribuir com o debate, mas não poderíamos indicar nomes distantes das nossas concepções, com os quais não possamos dialogar, pois queremos ser interlocutores neste processo, como dissemos diretamente ao ministro Haddad, a quem adiantamos brevemente algumas das nossas preocupações institucionais”, ressalta.

No ofício, Spenthof justificou a indicação destacando que os professores atendem o perfil apresentado pelo ministro, pois ambos possuem vasto conhecimento e experiência no exercício do jornalismo e na docência, além do necessário acúmulo teórico sobre o assunto. “Após reunião com o professor José Marques de Melo, reunimos a diretoria executiva, que aprovou as indicações”, complementa.

O presidente do FNPJ colocou a entidade à disposição para o diálogo e para o debate de propostas, reforçando que o Fórum se propõe a ser interlocutor da Comissão, do Ministério e do Conselho Nacional da Educação nas discussões que tenham por objetivo o aperfeiçoamento dos cursos de jornalismo, a partir, inclusive, do seu acúmulo histórico de reflexões sobre o assunto.

Read Full Post »

1º Congresso Internacional de Ciberjornalismo

1º Congresso Internacional de Ciberjornalismo

Postado por mcavalcanti – Jornalistas da Web

Acontecerá nos próximos dias 11 e 12 de dezembro, na Universidade do Porto, em Portugal, o I Congresso Internacional de Ciberjornalismo, sob o tema central “Jornalismo 3G”.

O objetivo do evento, organizado pelo Observatório do Ciberjornalismo, do Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências da Comunicação (Cetac.media), é reunir especialistas na área para analisar e debater questões centrais da prática ciberjornalística atual em relação às novas realidades empresariais, profissionais e de formação. Pretende-se também promover debates para a atualização de conhecimentos científicos sobre o ciberjornalismo.

Segundo comunicado oficial, os desafios colocados pela convergência e multitextualidade, o jornalismo frente ao bloguismo, o jornalismo cidadão, a inovação tecnológica e as experiências de empreenderorismo nesta área serão alguns dos temas em destaque.

Informações sobre inscrição e programação podem ser acessadas no Blog oficial do congresso.

Read Full Post »

« Newer Posts